Seja bem-vindo ao fórum! Caso já seja cadastrado, faça seu Login, caso contrário, registra-se e leia as regras e bom jogo!


    Pokémon Divine - A História de Shinji

    Compartilhe

    Matt Oliver

    Data de inscrição : 27/01/2009
    Número de Mensagens : 498
    Idade : 22
    Pokémon 3 :
    Barra de Warning : 100%

    Pokémon Divine - A História de Shinji

    Mensagem por Matt Oliver em Ter Jan 27 2009, 18:06

    Em um amanhecer no continente de Sinnoh, mais especifamente na cidade Sandgem, vive um garoto chamado Shinji Oliver de treze anos. Tem cabelos castanho claro, olhos verdes bem chamativos, pele bronzeada que freqüenta a praia de vez em quando e um pouco magro.
    Era segunda-feira às 9:34 da manhã quando, Shinji acorda para um dia importante. Ele muda de roupas colocando uma camisa branca, calça jeans azul, um tênis branco, uma jaqueta vermelha e um boné branco com um símbolo de um avião. Ele desce as escadas da sua casa e fora até a cozinha para tomar o café da manhã e encontra a sua mãe sentada na mesa preparando o café. Ela tem uma aparência muito bonita e jovem para uma mãe. Tem cabelos castanho claro, olhos verdes bem chamativos como os do filho, pele branca e usava uma roupa típica de dona de casa. Um vestido rosa com um avental azul enrolado em sua cintura


    -Bom dia filho. Dormiu bem? - Disse a mãe de Shinji
    -Sim mãe.
    -E você sabe que hoje é o dia que irá pegar o seu Pokémon no Laboratório do Professor Rowan e já sabe qual Pokémon escolher?
    -Ah mãe! Você sabe que eu não quero ser um treinador Pokémon. Eu quero ser um piloto de aviões assim como o meu pai que Deus o tenha. Por isso que não comecei a jornada há três anos atrás.
    -Mas meu filho! Todo jovem começa uma jornada Pokémon para aprender mais sobre Pokémon e conhecer novos amigos, além de se tornar forte e um campeão!
    -Bem, isso é verdade. - Disse Shinji com o mínimo possível de mais animado
    -Confie na sua mãe. Eu já fui uma treinadora quando eu era mais jovem e foi a melhor parte da minha vida até você nascer.
    -Está bem mãe. Eu irei começar a minha jornada hoje apenas porque eu gosto um pouco de Pokémon e eu não tenho muita coisa pra fazer mesmo.
    -Agora tome o seu café. - Disse a mãe de Shinji mais aliviada com a decisão do filho

    Então Matt se alimenta bem, escova os seus dentes, pega a sua bicicleta na garagem fora falar com a sua mãe.

    -Agora eu vou indo mãe.
    -Não esqueça do Cupom de treinador iniciante para poder ganhar o seu primeiro Pokémon. – Disse e entrega o Cupom para o filho
    -Ah! Obrigado mãe... - Disse Shinji jurando para que a mãe esquecesse do Cupom
    -Boa sorte filho e cuide-se bem. Eu já coloquei tudo o que você precisa na sua mochila, Poções, Antídotos, Curas de Paralizações e ligue para mim quando pegar o seu Pokémon. O seu celular está com você ?
    -Sim mãe. Ele está no meu bolso. Eu prometo que ligo. Até mais! - Diz Shinji com a mínima vontade de ir.

    Então, Shinji enquanto pela de bicicleta até o portão de sua fazenda que era enorme, avista todos os Pokémon que são cuidados nela: Rapidash’ s, Taurus e Miltanks.

    <Rapidash <Taurus <Miltank

    Ele chega ao portão da fazenda e o abre, saindo na rota 219 que fica à frente da cidade Sandgem.
    Pedalando e pedalando, Shinji avista alguns Pokémon pássaros, Starlys e Pidgeys voando em grandes bandos.
    Depois de mais ou menos 30 minutos, Shinji chega na cidade Sandgem. Ele passa por uma garota muito bonita de olhos verdes, cabelos longos e pretos de pele branca usando uma saia branca, camiseta azul, tênis branco e uma tiara azul com um símbolo de uma pokébola pedalando sua bicicleta assim como Shinji. Enquanto a visão do garoto fica inteiramente focada na garota misteriosa, ele não presta a atenção no caminho e acaba batendo de bicicleta na traseira de um carro estacionado. O impacto foi tão forte que Shinji foi lançado por cima do carro e caiu na calçada da rua. A garota misteriosa corre até ele.


    -Você está bem? - Disse a garota
    - S-Sim... Minhas pernas estão doendo um pouco mas tudo bem... - Disse Shinji gaguejando um pouco dolorido
    -Com uma queda daquelas, pode quebrar um braço ou uma perna mas, que bom que você está bem agora levante-se. – Disse a garota ajudando Shinji a se levantar
    -Obrigado pela ajuda. Meu nome é Shinji Oliver.
    -Eu me chamo Mary. Prazer em conhecê-lo.
    -Você deve ser uma treinadora Pokémon, certo?
    -Sou sim e estou indo pegar o meu Pokémon inicial no Laboratório do Professor Rowan.
    -Eu também estou indo Mary. Podemos ir juntos? - Disse Shinji mais animado, preocupado mais com Mary do que pegar o seu Pokémon inicial.
    -Claro! Por que não ? – Disse Mary animada pois nada podia estragar o seu dia, nem mesmo um apaixonado

    Shinji pega a sua bicicleta que apesar da batida, não ficou danificada e vai andando com Mary pela cidade que tem muitas pessoas caminhando pela rua indo para o trabalho, com carros indo e vindo para todos os lados, com muitas casas e lojas. Após quinze minutos, Shinji e Mary atravessam a cidade e chegam no Laboratório do Professor Rowan que fica bem no final da cidade Sandgem perto da rota 202. Rowan estava esperando pelos treinadores em frente ao Laboratório mas ninguém estava lá apenas ele usando um jaleco branco, calça preta com sapatos pretos com uma camisa e gravata, tendo uma aparência idosa com cabelos brancos acinzentados, bigode da mesma cor do cabelo e olhos castanho claro. Shinji e Mary vão falar com Rowan e Shinji um pouco desinteressado.

    -Olá Professor Rowan. Meu nome é Mary e sou uma treinadora iniciante vindo pegar o meu primeiro Pokémon!
    -Sim eu sei quem você é. Eu lhe entreguei o Cupom de treinador semana passada. Alias, ele está com você? – Disse Rowan com uma voz rude -Tenho sim senhor. Aqui está ele. - Disse Mary entregando o Cupom[/color]
    -E você Shinji. Mostre-me o Cupom que eu lhe dei semana passada. -[b] Disse Rowan já ficando entediado
    .
    -Sim senhor. Aqui está ele. - Dizendo Shinji cada vez mais desinteressado
    -Humm... então vocês dois poderão pegar o seu Pokémon. E Shinji, você não parece estar gostando muito de pegar o seu Pokémon inicial. Então tenho um especial para você. Deixe os outros que são Chimchar, Piplup e Turtwig para treinadores que querem realmente ganhar seus Pokémon. O Pokémon chama-se Riolu. Ele me ajuda de vez em quando aqui no Laboratório mas nunca batalhou assim como os outros iniciais por isso você pegará ele ou mais nenhum. De acordo? - Disse Rowan irritado com a atitude de Shinji

    <Turtwig <Chinchar <Piplup <Riolu

    -Tanto faz senhor. Assim outros treinadores irão ficar feliz e eu também. Mas apesar dessa minha "atitude" eu irei cuidar bem dele. – Disse Shinji se animando um pouco mais recebendo o Riolu.
    -E você Mary, qual Pokémon irá escolher? Não preciso repetir os nomes novamente.
    -Eu gosto de Pokémon de fogo mas o Piplup foi o inicial da minha mãe e hoje ele é um grande Empoleon além de ser bonitinho. Então quero a Piplup. – Disse Mary feliz com a vida
    -Ok... vou retornar os Pokémon de vocês para a suas respectivas Pokébolas e darei à vocês mais cinco Pokébolas para capturar Pokémon selvagens e uma invenção do meu velho amigo Professor Carvalho, a Poké Agenda. Vocês poderão guardar os dados de qualquer Pokémon visto por vocês mas entende-lo um pouco mais. Mas me digam, na jornada de vocês, gostariam de ser o que? Treinador, Coordenador, Craidor ou os três?
    -Eu quero ser uma Coordenadora Pokémon. - Disse Mary
    -Eu quero ser um piloto de aviões mas, no caso dos Pokémon eu gostaria de ser um Treinador e um Criador Pokémon.
    -Humm... então eu posso cadastra-lo para a Liga Pokémon aqui mesmo e Mary, você só poderá se cadastrar no Torneio Pokémon -Disse Rowan
    -Está bem Professor. Quando eu chegar no meu primeiro Torneio eu irei me cadastrar.

    Rowan pega a Poké Agenda de Shinji e o cadastra para a Liga Pokémon. Após isso, Shinji liga para a sua mãe contando sobre o Pokémon que ele escolheu e Rowan aparece para falar com a mãe de Shinji.

    -Pode me emprestar o seu celular Shinji? Preciso falar com a sua mãe.
    -Com a minha mãe? Eu fiz algo errado e irá falar para ela? - Disse Shinji curioso
    -Não. Apenas me empreste o celular.
    -Mãe... o Professor Rowan quer falar com a senhora. Não me pergunte por que.
    -Está bem querido. Pode passar o celular. - Dizendo a mãe de Shinji pelo celular
    -Clara! A minha melhor treinadora Pokémon! Não se esqueça que preciso que mande os seus Pokémon para o check-up que eu faço uma vez por mês.
    -Está bem Rowan. Amanhã mesmo eu faço isso. Agora estou ocupada cuidando das Miltank. Elas estão amamentando seus filhotes agora e preciso cuida-las. - Dizendo a mãe de Shinji pelo telefone.
    -Não tem problema. Quando tiver tempo faça isso. Agora eu preciso fazer minhas pesquisas. Até mais Clara. - Disse Rowan entregando o celular para Shinji
    -Eu não entendi nada mãe mas tudo bem. Agora eu preciso ir. Tchau mãe!
    -Tchau Shinji! Boa jornada e cuide-se!

    Desligando o telefone, Shinji sai do Laboratório indo em direção à rota 202 quando Mary corre atrás de Shinji.

    -Shinji! Será que eu posso fazer a minha jornada com você? Prometo não atrapalhar.
    -Claro! Tudo bem pode vir comigo. Era tudo o que eu queria -Shinji pensando-
    -Muito obrigada meu mais novo companheiro de viagem...
    -Agora temos que ir para a cidade Jubilife!

    E assim a aventura de Shinji começa, acompanhado com o seu mais novo Pokémon Riolu acompanhado de Mary com a sua Piplup. Os dois iniciantes no Mundo Pokémon, saem pedalando suas bicicletas em direção à cidade Jubilife.

    Obs: Esse é o primeiro Episódio. Existe a continuação que está bem melhor, e a escrita também está melhor mas mesmo assim, aqui está o primeiro Epi da saga Divine. Agora não posso postar os seguintes. Mas uma dica: Tem haver com Ranger.
    Se acharem uns quadradinhos assim –, peço que leiam como se fossem Travessão(-). É um erro do meu teclado.
    avatar
    Cиp Пйъeppъoвйckcщитъoтэ

    Data de inscrição : 07/01/2009
    Número de Mensagens : 2752
    Idade : 20
    Localização : Frog Kin' Islan'
    Insígnias :
    Pokémon 1 : Chatot
    Pokémon 2 : Infernape
    Pokémon 3 : Meganium
    Pokémon 4 : Espeon
    Barra de Warning : 100%

    Re: Pokémon Divine - A História de Shinji

    Mensagem por Cиp Пйъeppъoвйckcщитъoтэ em Qua Jan 28 2009, 16:07

    Achei sua fic muito boa. Muito boa mesma!!!

    Descrição perfeita, história um pouco clichê mais o seu português cobre tudo!!!


    _________________
    avatar
    Nick Kusanagi

    Data de inscrição : 03/01/2009
    Número de Mensagens : 171
    Pokémon 1 : Pikachu
    Pokémon 2 : Magnezone
    Pokémon 3 : Jolteon
    Pokémon 4 : Lanturn
    Pokémon 5 : Rotom
    Barra de Warning : 100%

    Re: Pokémon Divine - A História de Shinji

    Mensagem por Nick Kusanagi em Qua Jan 28 2009, 19:18

    Gostei ^^
    avatar
    Frozen Soul

    Data de inscrição : 10/01/2009
    Número de Mensagens : 543
    Localização : Mahogany Town
    Insígnias :
    Pokémon 1 : Walrein
    Pokémon 2 : Glaceon
    Pokémon 3 : Cloyster
    Pokémon 4 : Beartic
    Pokémon 5 : Piloswine

    Pokémon 6 : Glaceon
    Barra de Warning : 100%

    Re: Pokémon Divine - A História de Shinji

    Mensagem por Frozen Soul em Qua Jan 28 2009, 22:54



    Esta fic tem uma aparencia simpática e é fácil de ler.

    Notável, adorei!!!


    Matt Oliver

    Data de inscrição : 27/01/2009
    Número de Mensagens : 498
    Idade : 22
    Pokémon 3 :
    Barra de Warning : 100%

    Re: Pokémon Divine - A História de Shinji

    Mensagem por Matt Oliver em Qui Jan 29 2009, 23:34

    Ai vai o Segundo Episódio

    [color:abf9="red"]Episódio 2 = Convites de um Ranger e muitas Surpresas!

    11:05 da manhã caminho para Jubilife

    -Shinji, quando iremos chegar na cidade Jubilife? - Diz Mary anciosa
    -Acho que apenas à noite. Ainda tem muito caminho pela frente.

    Shinji e Mary retiram os seus Pokémon de suas Pokébola e o Riolu escuta algo se mexendo em um arbusto e avisa Shinji.

    -O que foi Riolu? Tem algo ali? - Diz Shinji enquanto Riolu indica o arbusto
    -Já sei... saia Piplup e use RAJADA DE BOLHAS no arbusto. -Diz Mary tirando a sua Poké Bola do bolso.

    A Piplup de Mary ataca e atinge algo no arbusto e uma pessoa aparece gritando. O estranho usa uma jaqueta vermelha com uma camisa preta, uma calsa preta e tênis amarelo. Tem uma aparência jovem de mais ou menos dezessete anos e magro com olhos castanhos claro, cabelos loiros com mexas pretas e pele bronzeada. Junto com ele estavam, um Fearow, um Pidgeot e um Pikachu.

    <Fearow <Pidgeot <Pikachu

    -Aaaaiiiii! Quem me atacou? -Diz o estranho demonstrando dor
    -Foi a minha Piplup e quem é você?
    -Humm... O meu nome é Mike. Sou um Pokémon Ranger.
    -Um Pokémon Ranger? O que é isso? -Diz Mary olhando o Ranger dos pés a cabeça
    -Você não sabe de nada mesmo. Um Pokémon Ranger é uma pessoa que salva pessoas e Pokémon que estão em perigo ou necessitam de ajuda. Eles também combatem bandidos que usam Pokémon para objetivos egoístas. –Diz Shinji se vangloriando por saber
    -Isso mesmo e quais são os seus nomes e idades? - Diz Mike
    -O meu nome é Mary e tenho treze anos.
    -O meu nome é Shinji e tenho treze anos também.
    -Então vocês tem idade suficiente para cursar a escola de Ranger's da cidade Hearthome. Vocês gostariam? -Diz Mike demonstrando felicidade.
    -Eu sim. Pelo menos ser um Ranger é melhor do que ser um treinador.
    -Claro, por que não? -Diz Mary com cara de "não estou nem ai"
    -Mas primeiro vocês precisam permissão dos pais. Eu irei levá-los para a cidade Jubilife com o Pidgeot e com o Fearow e iremos ao Centro Pokémon para falar com os seus pais.

    Mike e Mary sobem no Fearow, Shinji no Pidgeot e seguem voando para Jubilife sobre a floresta que mostra a sua beleza com muitas plantas, árvores e Pokémon. Duas horas depois, a cidade Jubilife é avistada por Shinji, Mary e Mike com os seus enormes prédios, mostrando que a cidade é muito urbanizada. Assim que chegam, pousam no Centro Pokémon e entram no mesmo que está repleto de treinadores curando os seus Pokémon. Shinji e Mary se dirigem à uns computadores com Videofone e ligam para as suas respectivas mães e Mike fora para o refeitório do Centro Pokémon

    -Olá mãe. Estou na cidade Jubilife agora. Liguei para pedir algo importante.
    -Olá filho. Chegou rápido. E o que seria importante?
    -Fui convidado para ingressar na Escola de Ranger's na cidade Hearthome, mas preciso da sua autorização e também preciso caso a senhora autorize que compareça na escola Ranger amanhã irei estar lá.
    Estou muito orgulhosa! É claro que eu autorizo e estarei lá amanhã com certeza.
    -Muito obrigado mãe. Eu preciso partir agora.
    -Está bem. Eu encontro com você na cidade Hearthome. Cuide-se.

    Shinji desliga o Videofone com a sua mãe e fora falar com Mary.

    -E ai Mary, a sua mãe deixou você participar da escola de Ranger's?
    -Deixou... mas mudei de idéia. Irei continuar sendo uma Coordenadora.
    -A escolha é sua, mas eu gostaria de continuar a minha jornada com você.
    -Ah... hehehe... T-Talvez nos reencontraremos de novo.-Diz Mary muito envergonhada.
    -Então é aqui que nos separamos Mary. Irei falar com o Mike para irmos até Hearthome. Irei torcer por você nos torneios Pokémon. Até mais.
    -Tchau Shinji e boa sorte na Escola Ranger. Eu irei para Oreburgh , lá haverá um Torneio Pokémon.


    Mary beija a bochecha de Shinji e fora embora. O mesmo fora falar com Mike no refeitório que estava com muitos treinadores se alimentando e alimentando os seus Pokémon. O refeitório tinha muitas mesas de aço pintadas de azul, quadros com pinturas de Pokémon penduradas nas paredes e enfermeiras Joy’s servindo os treinadores.

    -Mike, já estamos prontos para ir? -Diz Shinji com ansiedade de partir
    -M-Mas e a M-Mary ? -Diz Mike falando e comendo ao mesmo tempo.
    -Ela mudou de idéia e resolveu continuar como coordenadora e seguiu para a cidade Oreburgh. -Diz Shinji bem abatido com a decisão de Mary
    -Humm... V-Você gostava D-dela?
    -N-Não! Não é isso e eu conheci ela faz poucas horas, eu não poderia saber disso, apesar de que ela era beeem bonita. -Diz Shinji envergonhado com o que Mike suspeitou

    Mike engole a comida e fala o que Shinji tanto esperava.

    -Então já que não tem motivos para prende-lo aqui, vamos para Hearthome.
    -Certo! Eu já não aguentava mais esperar!

    Mike e Shinji vão para fora do Centro Pokémon da cidade Jubilife. Mike sobe no Fearow e Shinji sobe no Pidgeot, seguindo para Hearthome. Eles sobrevoam a rota 203, a cidade Oreburgh e no fim da tarde quando o sol se põe formando um lindo pôr-do-sol chegam em Hearthome, Mike liberta Fearow e Pidgeot e fala:
    -Shinji, você ainda não é um Pokémon Ranger. Precisa esperar a sua mãe vir para fazer a sua “matrícula”. Até lá, você pode ficar no Centro Pokémon e aproveite bem a companhia do seu Riolu pois, um Ranger tem apenas um Pokémon e enquanto não for, ficará sem Pokémon. Você poderá deixá-lo na base Ranger e poderá visitá-lo quando puder. Agora eu preciso ir para a base, vá para o Centro Pokémon agora. Tchau!

    Shinji se dirige ao Centro Pokémon e encontra a Enfermeira Joy.

    -Oi Joy. Eu preciso de um quarto por favor.
    -Claro. Aqui está o cartão para entrar no quarto, é o número 027. –Diz a Enfermeira Joy enquanto entrega o cartão para Shinji
    -Obrigado. Eu preciso ir jantar. Até mais.

    Shinji se dirige ao Refeitório do Centro Pokémon recebe uma surpresa.

    -Mary! O que você está fazendo aqui? -Diz Shinji muito surpreso ao que viu
    -Ah! Olá Shinji. Eu encontrei um explorador no caminho para Oreburgh e ele me trouxe até aqui pelo Sub-Solo de Sinnoh pois, o torneio de Oreburgh aconteceu ontem então eu resolvi vir para Hearthome participar do torneio que haverá na quarta.
    -Que pena que você não pode participar em Oreburgh mas é bom revê-la apesar de que faz poucas horas que nos separamos hehehe...
    -Você deve estar com fome. Sente-se comigo. -Diz Mary guardando um lugar

    Shinji e Mary se reencontram novamente e jantam juntos. Eles alimentam os seus Pokémon com as comidas de Pokémon especiais para cada tipo: Comida de tipo lutador para Riolu e comida do tipo água para Piplup. Assim que terminam, cada um vai para o seu quarto, Shinji começa a brincar com o seu Riolu para aproveitar bem o seu amigo, veste o seu pijama e depois foram dormir pois o dia seguinte seria muito importante.
    O dia seguinte chega e os raios de sol entram no quarto de Shinji e Riolu. Com isso, eles acordam.


    -Riolu, hoje eu irei ingressar na escola de Ranger's e você não poderá ficar comigo por um tempo, até eu me formar e me tornar um Ranger e assim poderemos continuar como parceiros.
    -Riolu fica um pouco triste mas entende a decisão de seu Mestre.
    -Agora vamos indo Riolu.

    Shinji coloca a sua roupa: Camisa Branca, Calça Jeans Azul, Jaqueta Vermelha e um Boné Branco. Depois de sair do seu quarto, Shinji fora até o Hall de entrada do Centro Pokémon e encontra-se com a sua mãe, o Pokémon Ranger Mike e a sua amiga Mary.

    -Está pronto Shinji? - Diz Mike ansioso para levar Shinji até a escola
    -Claro que sim Mike. Vamos lá mãe? Preciso que faça a minha matrícula.
    -Vamos sim filho. E então esse é o seu primeiro Pokémon, o Riolu.
    -É... ele mesmo. Agora vamos mãe.

    Mike leva Shinji, a sua mãe Clara e Mary até a Escola de Ranger's. Todos entram na mesma e o diretor da escola está andando pelos corredores. É muito tecnológica para uma escola. O chão é de metal magnético com esteiras rolantes, as paredes são feitas de concreto pintado de vermelho, alunos praticando com os melhores aparelhos de Ranger’ s e computadores. O diretor estava usando um Tuxedo preto, tem uma aparência idosa, pele enrugada, olhos azuis quase cinza, pele branca e cabelo branco.

    -Ah! Você deve ser Shinji. O Mike me falou sobre você. -Diz o diretor com os braços cruzados e sério - Você veio aqui para se inscrever na escola Ranger.
    -Sou eu sim senhor! -Diz Shinji fazendo continência pois está nervoso
    -Eu sou a mãe do Shinji, onde eu devo matriculá-lo?
    -Fale com aquela moça que está na sala de inscrição e entregue a Poké Agenda do Shinji para que cancelem a sua participação na Liga Pokémon. –Diz o diretor indicando onde a mãe de Shinji deve inscreve-lo
    -Obrigada mas, tem certeza de que queres isso Shinji ? -Diz a mãe de Shinji um pouco preocupada com a decisão do filho
    -Sim mãe, eu tenho certeza e aqui está a minha Poké Agenda. -Diz Shinji entregando a sua Poké Agenda para a sua mãe
    -Agora eu vou matriculá-lo filho. Eu já volto.

    Assim que Shinji entrega a sua Pokédex para a sua mãe, a mesma fora matriculá-lo. Uns 10 minutos se passaram e a mãe de Shinji volta com um " documento ".

    -Parabéns filho! Aqui está a sua matrícula, você agora é um estudante da Escola Ranger! E ainda estou com o seu uniforme e o seu Capture Styler de estudante -Diz a mãe de Shinji enquanto o abraça
    -Pode me soltar mãe! Isso está meloso...
    -Ah... desculpe filho é que estou muito orgulhosa de você e a sua primeira aula começa em 15 minutos. Vista o seu uniforme e vá para a sala 04 do primeiro ano.
    -Agora Shinji a parte mais difícil... entregue-me o seu Riolu que eu irei levá-lo para a base Ranger. - Diz Mike colocando a sua mãe no ombro de Shinji
    -Mas o meu Riolu ficará na Poké Bola ? Mas e se eu me tornar um Ranger ?
    -Bem garoto, acho que você será uma exceção. Será o primeiro Ranger a usar uma Poké Bola. - Diz o diretor com um tom bravo
    -Agora eu vou indo, vejo vocês em breve. - Diz Shinji muito apressado em ir para a sua primeira aula Ranger
    -Eu preciso ir para a fazenda cuidar das hortas e dos Pokémon. Ainda bem que o nosso motorista não está mais doente, agora ele poderá me levar de volta. Tchau para todos - Diz a mãe de Shinji, dá um beijo na testa do filho e vai embora
    -Olha que fofinho! Recebendo um beijinho de nada da mamãezinha. É um bebezinho... - Diz Mary dando gargalhadas
    -Aééé! Você vai ver um beijo de verdade! - Diz Shinji com um tom de raiva

    Shinji agarra as mãos de Mary com as suas e beija os lábios de Mary que no começo tentou resistir mas não conseguiu... o garoto tem charme hehehehe. Após o beijo, Shinji se assusta consigo mesmo e fala:

    -Uau! Acho que já exagerei com a raiva. Desculpe Mary.
    -Não foi nada Shinji. Eu até gostei um pouco... - Diz Mary com muita vergonha mesmo

    Shinji e Mike ficam surpresos e falam: Hããa? O que?

    -Quer dizer... Você é um abusado! Toma essa! - Diz Mary demonstrando raiva para disfarçar, chutando o pé de Shinji e saindo correndo em direção ao centro da cidade.
    -Ai! Ela é muito forte para uma garota!
    -Shinji... você é um idiota corajoso. Diz Mike surpreso com a atitude do Shinji –Começou com isso muito cedo. Pode estragar uma amizade.
    -E você sabe muito, senhor " sabe tudo do amor ". Agora preciso colocar o meu uniforme. Depois eu falo com ela. Cuide bem do meu Riolu!
    -Eu cuido bem dele. Ele pode brincar com o meu parceiro Pikachu.
    -É bom mesmo. Tchau Mike!

    Shinji se despede de Mike e fora até o vestiário que era de madeira, pequeno para uma pessoa e vestiu o seu novo uniforme que consiste em uma camiseta vermelha de mangas curtas com uma estampa escrita " Escola Ranger " em amarelo de contornos de preto, calça vermelha com listras pretas de contornos amarelos, colocou outro boné só que amarelo escrito novamente “Escola Ranger” em vermelho com contornos pretos e continuou com o seu tênis. No momento que Shinji sai do vestiário, o sinal para a aula começar tocar e Shinji entra na sua respectiva sala 04. A professora da classe o apresenta:

    -Meus alunos, esse é um novo aluno vindo da cidade Sandgem. O seu nome é Shinji Oliver de treze anos de idade.Diz a nova professora do Shinji em voz alta para que todos os alunos escutem- E eu sou a professora Bianca. Pode me chamar de senhorita Bia. Agora sente-se na terceira carteira da fila do meio entre Jonathan, Kiory, Lucy e Karen.Diz a professora dirigindo a palavra para Shinji

    Shinji senta em sua carteira que contém todos os seus materiais necessários para anotações.

    -Agora a aula irá começar. Preparem-se, a aula de hoje será difícil. - Diz a professora Bia enquanto se dirige ao quadro negro

    Ai está o segundo Episódio. Não se esqueçam que caso apareça –, troquem por travessões pois é um problema do meu teclado

    Ah... o beijo do Shinji e da Mary foi de língua hein. Não foi um beijinho bobo. No outro fórum que eu posto a fanfic estavam perguntando como foi o beijo e ai está respondido.

    Espero que gostem...

    EDIT: Não vou poder postar a continuação da Pokémon Divine pois irei estar ocupado com a Fanfic The Power of Legend's


    Última edição por Matt Oliver em Ter Jul 21 2009, 21:04, editado 3 vez(es)


    _________________
    avatar
    Cиp Пйъeppъoвйckcщитъoтэ

    Data de inscrição : 07/01/2009
    Número de Mensagens : 2752
    Idade : 20
    Localização : Frog Kin' Islan'
    Insígnias :
    Pokémon 1 : Chatot
    Pokémon 2 : Infernape
    Pokémon 3 : Meganium
    Pokémon 4 : Espeon
    Barra de Warning : 100%

    Re: Pokémon Divine - A História de Shinji

    Mensagem por Cиp Пйъeppъoвйckcщитъoтэ em Ter Fev 03 2009, 08:33

    Que pena!!! Essa fic realmente está muito boa. Adoro Rangers. Queria realmente que você continuasse sua fic!!!

    Como sempre, a descrição está perfeita, tudo perfeito, menos o português. Os errinhos voltaram a assombrar sua fic, mais nada de demais. Não estou falando da imagem do Bilhete, e sim de reais erros de português.

    Nota 9,7


    _________________

    Kiory-xD

    Data de inscrição : 02/02/2009
    Número de Mensagens : 1
    Barra de Warning : 100%

    Re: Pokémon Divine - A História de Shinji

    Mensagem por Kiory-xD em Qua Fev 04 2009, 11:21

    ele usou o nome do meu antigo forum!
    ladrão-xD
    fanfic show.]ficou otima!

    Conteúdo patrocinado

    Re: Pokémon Divine - A História de Shinji

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg Abr 24 2017, 08:20